spot_img
sábado, fevereiro 4, 2023

Preto no Branco encerra o ano com destaque na TV e nos palcos

Date:

A banda participa do programa “Faustão da Band”, nesta sexta (29/12), e se consagra como primeiro grupo cristão a cantar no Réveillon da Paulista 

Com quase 2  bilhões de visualizações apenas no Youtube, quase 4 milhões de inscritos na plataforma e donos do hit “Tá Chorando Por Quê?”, que soma mais de 13 milhões de views e mais de 36 milhões de plays no Spotify, a banda Preto No Branco vem se consagrando cada vez mais com números estratosféricos e sendo referência no mercado musical. Assim, com este currículo de sucesso, Fadi Gonçalves, Luã Freitas e Silas Simões participam do último “Faustão na Band” do ano. O programa vai ao ar nesta sexta, 29/12. No dia 31, eles viverão um momento histórico: o primeiro show cristão no Réveillon da Paulista.

Para celebrar o sucesso e fechar o ano com chave de ouro, os artistas vão fazer história no gênero gospel.

Afinal, eles irão cantar no Réveillon da Paulista, que, pela primeira vez, terá a apresentação de um grupo cristão.

O megaevento estima a presença de mais de 2 milhões de pessoas e promete agitar a virada do ano na maior metrópole do Brasil, com apresentação de vários ritmos musicais, dia 31 de dezembro.

Além da presença ilustre da banda Preto No Branco, o Réveillon da Paulista vai contar com shows de Fafá de Belém, Padre Fábio de Melo, Xamã, Tierry, Leonardo e a bateria da escola de samba Mancha Verde.

Share post:

Subscribe

spot_imgspot_img

Popular

More like this
Related

SP: Carnaval de Rua 2023 deve reunir 15 milhões de foliões

São Paulo recebe os primeiros desfiles no dia 11...

Rio: CET-Rio monta esquema de trânsito para ensaio técnico do Império Serrano

Fevereiro chegou!! e o primeiro fim de semana do...

Shania Twain revela que adorava trabalhar em rede de fast-food antes da fama

A cantora Shania Twain revelou ao ET Canada que trabalhou no McDonald's e aprendeu...

Anatel amplia uso de bloqueadores de celular, internet e drones

Usados até agora apenas em penitenciárias, os bloqueadores de...