spot_img
27 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, dezembro 5, 2022

Natura &Co registra crescimento de vendas em moeda constante e margem estável no 3T

Date:

Forte crescimento de Natura &Co América Latina e Aesop; melhorias adicionais nos fundamentos da Avon; progressos significativos na reorganização da Holding

Natura &Co (NYSE – NTCO; B3 – NTCO3) registrou desempenho resiliente no terceiro trimestre, com crescimento nas vendas em moeda constante e uma margem EBITDA ajustada estável, ao mesmo tempo em que fez progressos significativos em seu movimento de tornar a Holding mais enxuta e mais simples, dando mais autonomia e responsabilidade às marcas.

A receita líquida consolidada de Natura &Co foi de R$ 9 bilhões, uma alta de 2,2% em moeda constante (-5,7% em reais) no terceiro trimestre. A margem EBITDA ajustada foi de 8,6%, estável na comparação com o terceiro trimestre do ano passado. O prejuízo líquido foi de R$ 560 milhões, e o Grupo fechou o trimestre com uma sólida posição de caixa de R$ 4,6 bilhões. Os esforços para dar foco à geração de caixa também mostraram bons resultados, com uma melhora significativa na conversão de caixa no terceiro trimestre.

As vendas habilitadas digitalmente, que incluem vendas on-line (e-commerce + social selling), e as vendas por relações, através de nossos aplicativos digitais, atingiram 50,1% da receita líquida total, em alta ante os 49,8% registrados no terceiro trimestre do ano passado. Na Avon Internacional, a penetração do aplicativo Avon On (representantes ativas que acessaram o app pelo menos uma vez nas últimas três campanhas) subiu para 19,7% no 3T-22, comparado a 13,7% no 3T-21. Na Natura na América Latina, a média de consultoras compartilhando conteúdo aumentou para 28,6% neste trimestre, comparado a um percentual de 23,9% no 3T-21, enquanto os pedidos por meio das mais de 1,5 milhão de lojas online das consultoras aumentaram 15% na região.

Fabio Barbosa, CEO do Grupo Natura &Co, declarou: “Natura &Co registrou resultados em linha com nossas expectativas, com tendência de melhora no faturamento, enquanto as margens continuaram sob pressão de um ambiente macroeconômico desafiador, marcado por inflação alta, gastos discricionários menores e impactos cambiais.

Natura &Co América Latina apresentou sólido desempenho, com destaque para a marca Natura e para a Avon no segmento CFT na região. A Aesop registrou outro trimestre de crescimento consistente, enquanto a Avon Internacional mostrou outra melhora sequencial nos resultados, e em indicadores-chave de canais. Por outro lado, a The Body Shop continuou a registrar resultados desafiadores em meio ao declínio do canal At-Home, e diante de uma recuperação mais lenta de suas franquias.

A reorganização do Grupo, que anunciamos no último trimestre, progrediu bem. Reduzimos significativamente os custos operacionais no nível da Holding e seguimos implementando medidas importantes para dar mais autonomia e responsabilidade a nossas marcas. Outros passos estruturais também estão em curso: estamos acelerando a integração dos negócios da Natura e da Avon na América Latina, começando em 2023 com os mercados do Peru e da Colômbia, que serão seguidos rapidamente pelo Brasil. Continuamos a otimizar a presença geográfica da Avon Internacional, com mudanças significativas em mercados como Índia e Arábia Saudita. Também anunciamos o fechamento da unidade de P&D da Avon em Suffern, nos Estados Unidos, e a terceirização da infraestrutura de TI da marca. A The Body Shop tem tomado medidas para redimensionar sua organização e, conforme anunciado no Fato Relevante de 17 de outubro, continuamos a analisar alternativas estratégicas para a Aesop.

Levando em consideração os movimentos estratégicos acima mencionados, as alternativas potenciais para a Aesop, atualmente em estudo, e nossas expectativas de continuar a enfrentar um ambiente macroeconômico incerto em alguns mercados, estamos retirando nossa diretriz de médio prazo¹[1]. Continuaremos a trabalhar por meio das ações que traçamos para entregar um retorno sustentável aos acionistas, e alcançar nossa ambição de tornar Natura &Co a melhor companhia de beleza para o mundo”.

Performance por unidade de negócio:

A receita líquida de Natura &Co na América Latina cresceu 10,2% em moeda constante (“CC”) e 4,1% em reais no terceiro trimestre. A marca Natura registrou um forte crescimento de 18,5% na América Latina em moeda constante (+11% em reais) no trimestre. No Brasil, a receita líquida cresceu 19,3% no 3T-22, apoiada pela aceleração da produtividade das consultoras, que subiu 21,4%. Nos países hispânicos, a receita líquida teve alta de 17,3% em moeda constante (+0,3% em reais). O crescimento foi impulsionado principalmente por Argentina e Colômbia, que compensaram um desempenho mais fraco no México e uma queda no Chile. A receita da marca Avon aumentou 0,7% em moeda constante (-4,1% em reais). No Brasil, a receita líquida continuou a melhorar sequencialmente desde o 3T-21, mas ainda assim caiu 1,4% neste trimestre. Isso se deveu principalmente a uma queda de 26% nas vendas da categoria Moda & Casa, enquanto as vendas de beleza subiram 11% no trimestre. Nos mercados hispânicos, a receita líquida cresceu 2,3% em moeda constante (-5,4% em reais), também em razão de vendas menores em Moda & Casa, enquanto as vendas na categoria beleza subiram 9% em moeda constante. O novo modelo comercial continuou a avançar, com o número de Representantes disponíveis crescendo sequencialmente (+6% ante o 2T-22), mas ainda 9,6% menor na comparação interanual. A margem EBITDA ajustada de Natura &Co América Latina foi de 11,3% (+170 pbs), suportada pelo forte crescimento da marca Natura, rígido controle financeiro e ganhos fiscais.

A receita líquida da Avon Internacional caiu 8,1% em moeda constante (-19,8% em reais) no terceiro trimestre. O desempenho foi impactado, sobretudo, pela guerra na Ucrânia (excluindo Rússia e Ucrânia, as vendas caíram a um nível mais limitado, de 3,1% em moeda constante), por menores níveis de confiança do consumidor e pela erosão do poder de compra das famílias na Europa. Os fundamentos de negócio da Avon continuam a melhorar na medida em que o novo modelo comercial, agora implementado em 20 mercados, resultou em maior produtividade e digitalização, além de um desempenho melhor de seus principais produtos. A margem EBITDA ajustada ficou em 3,6%, -30 pbs ante o 3T-21, em razão de uma pressão de custos substancialmente maior sobre a margem bruta, parcialmente compensada por uma aceleração nas economias geradas pelas recentes transformações. Visando uma rentabilidade melhor, a Avon anunciou o fechamento de sua unidade de P&D em Suffern, nos Estados Unidos, e a realocação de suas operações de P&D para o Brasil e para a Polônia, bem como a terceirização de sua estrutura de TI e de serviços para seus principais parceiros globais de tecnologia.

A receita líquida da The Body Shop caiu 19,5% em moeda constante (-29,8% em reais) no terceiro trimestre, impactada principalmente pelo reequilíbrio dos canais no pós-pandemia, já que a queda nas vendas do canal TBS At-Home superou a progressiva recuperação do varejo, com a circulação nas lojas aumentando e as vendas do varejo melhorando nas franquias. A margem EBITDA ajustada foi de 6,3%, -1170 pbs ante o 3T-21, como consequência da pressão da margem bruta e de um aumento nas despesas operacionais em percentual de vendas. Para endereçar esses desafios, a administração está implementando uma série de medidas, incluindo rígida contenção de custos, estímulo à demanda dos principais franqueados, o aproveitamento de oportunidades no gerenciamento dos níveis de estoque, uma contínua otimização da presença de lojas e implementação das novas lojas-conceito workshop, que estão apresentando um aumento de 15 pontos percentuais nas vendas na comparação com as lojas tradicionais.

A Aesop registrou outro forte trimestre, com receita líquida aumentando em 21,5% em moeda constante (+8,9% em reais). Todas as regiões, à exceção da Europa, entregaram crescimento de duplo-dígito, lideradas pela América do Norte e pela Ásia-Pacífico. A Aesop continua a registrar consistentemente um crescimento de vendas superior ao de outras marcas globais de luxo, enquanto segue abrindo novas lojas. A margem EBITDA ajustada do terceiro trimestre foi de 16,8%, -280 pbs na comparação com o 3T-21, principalmente em razão de maiores investimentos planejados para um crescimento sustentável futuro, incluindo os preparativos de entrada na China ao final deste ano. Conforme divulgado em fato relevante no dia 17 de outubro, está em andamento um estudo comparativo para uma oferta pública inicial (IPO) da Aesop, ou cisão entre Aesop e Natura &Co, potencialmente seguida de oferta pública da Aesop.

Sobre Natura &Co

Natura &Co é um grupo global guiado por propósito, multicanal e multimarca, composto por Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. Natura &Co registrou receita líquida de R$ 40,1 bilhões em 2021. As quatro companhias que formam o grupo estão comprometidas com a geração de impacto econômico, social e ambiental positivo. Há 136 anos, a Avon tem apoiado o público feminino: oferecendo produtos de beleza inovadores e de qualidade, que são vendidos principalmente para mulheres, por mulheres. Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira do segmento de cosméticos e higiene pessoal, líder em venda direta. Criada por Anita Roddick em 1976 em Brighton, na Inglaterra, The Body Shop é uma marca global de beleza que busca fazer diferença positiva no mundo. A marca australiana de beleza Aesop foi fundada em 1987 com o desafio de criar produtos superlativos para a pele, o cabelo e o corpo. Conheça mais no site https://www.naturaeco.com/

Share post:

Subscribe

spot_imgspot_img

Popular

More like this
Related

Reunião da Aliança Global de Líderes em Paris

durante o Fórum "Dialogue of Continents", em Paris, foi realizada a...

Netflix lança primeiro trailer de documentário Meghan Markle e Príncipe Harry

É Meghan Markle e o Príncipe Harry como você nunca viu antes. Na quinta-feira...

Naiara Azevedo e Mc Ryan SP se unem na inédita ” Emocional Abalado”  

Faixa fica disponível nesta sexta-feira (02) à meia noite...

27ª Edição do Trem do Samba, acontece no próximo sábado

­­No Dia Nacional do Samba acontece pré-aquecimento no CCBB...