spot_img
27 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, dezembro 5, 2022

Linx aponta estratégias para setor de Food Service aproveitar a Black Friday

Date:

Data deve ser ainda mais movimentada este ano para bares e restaurantes, por conta da Copa do Mundo do Qatar, evento que começa já na próxima semana

A Black Friday conquistou seu espaço no calendário do varejo nacional e, cada vez mais, ganha relevância para os diferentes setores, inclusive o de food service. Neste ano, especialmente, a área está com expectativas altas, uma vez que a Copa do Mundo também acontecerá durante o mês de novembro, com início no dia 24. Diante disso, a Linx, especialista em tecnologia para o varejo, preparou algumas dicas e estratégias para bares e restaurantes aproveitarem da melhor maneira possível esta oportunidade.

Na Black Friday, em 2021, a vertical de Food da Linx registrou um crescimento de 54% no ticket médio, comparado ao ano anterior no serviço de alimentação, que equivale a quase 3 milhões de notas fiscais impressas e um total de quase R$ 186 milhões de valor trafegado. “Datas promocionais são importantes não apenas para vender mais, mas também são essenciais para que bares e restaurantes se tornem mais conhecidos do público. A promoção atrai mais pessoas e fideliza quem já é cliente”, destaca Marcus Varandas, diretor da vertical de Food Service da Linx.

Confira as principais dicas dos especialistas da Linx:

Planejamento e preparação

O grande dia de descontos acontece em 25 de novembro. Mas, antes disso, é importante que os empreendimentos façam um checklist:Avaliação da contratação de um software de gestão que ajude a gerir o negócio de ponta a ponta – do atendimento ao financeiro;Revisão de estoque, pensando na reposição de produtos e solicitação de novos insumos;Negociação de prazos e preços com fornecedores, considerando a alta demanda do período;Possibilidade de entrada do seu negócio nos principais marketplaces do mercado;Checagem do funcionamento de todas as plataformas da marca, como site e aplicativos próprios;Anúncio antecipado das ofertas nas principais redes sociais da marca, site, apps e WhatsApp;Possibilidade de fazer um “esquenta da Black Friday”, sugerindo promoções ao longo de toda a semana.

Acompanhamento das vendas pós-evento

Durante a Black Friday, é importante acompanhar as vendas e os pedidos, realizando alterações em tempo real, caso sejam necessárias. Por conta do alto fluxo, é fundamental que a equipe de atendimento dos bares e restaurantes, assim como os entregadores, estejam preparados. Sem esquecer também de pensar no atendimento presencial, quando os comerciantes devem avaliar a necessidade de contar com tecnologias como um ponto de lançamento móvel ou totem de autoatendimento, para aprimorar a jornada de compra do cliente.

Adicionalmente, é fundamental pensar na organização da cozinha. Dependendo do movimento, contar com um KDS (Kitchen Display System) instalado pode ser extremamente útil, pois agiliza processos e diminui desperdícios. Já no decorrer da data, o varejista deve também manter o cardápio atualizado, retirando os produtos esgotados e, em paralelo, ficar atento às redes sociais e aplicativos da marca, interagindo com os clientes.

Após a Black Friday, vale a pena focar no pós-venda, coletando avaliações, dúvidas e feedbacks dos clientes sobre a ação e buscando sempre a fidelização. Um bom sistema de retaguarda pode ser um forte aliado nessa análise de dados. Após realizar o balanço de vendas e a coleta de informações do período, o varejista pode usar os aprendizados e começar a se preparar para as festas de fim de ano, já pensando em suas estratégias e promoções, por exemplo.

“Datas movimentadas para o varejo, como a Black Friday, apenas reforçam como a tecnologia é uma grande aliada. Por meio dela, a gestão do negócio é simplificada, com a digitalização e otimização de processos. Além disso, ela também proporciona uma melhor jornada de compra para o consumidor, que demanda opções digitais, como delivery e vendas por aplicativo. A análise de dados proporcionada pelos softwares, durante e após a data, também auxilia os gestores na tomada de decisão e no desenho de futuras estratégias promocionais”, complementa Varandas.

Atenção especial ao delivery

Popularizado durante a pandemia, o delivery é uma modalidade que se tornou querida entre os consumidores brasileiros de bares e restaurantes. Varandas destaca que “as vendas por delivery podem ajudar a impulsionar o faturamento dos varejistas nesta Black Friday. Para isso, algumas dicas podem ser valiosas: criação de promoções especiais para o app próprio, uso de boas fotos e descrições em catálogos e divulgações, além de impulsionamento de posts nas redes sociais. É importante que os varejistas tenham um sistema de automação que se integre aos apps de delivery e de entregadores, gerenciando e centralizando todas as operações dele, sem a necessidade de retrabalho.

A Linx possui uma vertical de negócios de food service dedicada exclusivamente para softwares para bares e restaurantes. Dentre as soluções disponíveis para o setor, estão ERPs, sistemas de delivery e automação, plataformas de atendimento e experiência do cliente, operações de pagamento, módulos de gestão financeira e estoque, entre outros. Ainda é possível contar com um ecossistema de parceiros com mais de 40 soluções integradas.

Fonte/ PR Newswire

Share post:

Subscribe

spot_imgspot_img

Popular

More like this
Related

Reunião da Aliança Global de Líderes em Paris

durante o Fórum "Dialogue of Continents", em Paris, foi realizada a...

Netflix lança primeiro trailer de documentário Meghan Markle e Príncipe Harry

É Meghan Markle e o Príncipe Harry como você nunca viu antes. Na quinta-feira...

Naiara Azevedo e Mc Ryan SP se unem na inédita ” Emocional Abalado”  

Faixa fica disponível nesta sexta-feira (02) à meia noite...

27ª Edição do Trem do Samba, acontece no próximo sábado

­­No Dia Nacional do Samba acontece pré-aquecimento no CCBB...