spot_img
27 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, dezembro 5, 2022

3º edição do Festival Ori entre os dias 5 de novembro e 20 de novembro

Date:

Entre os dias 5 de novembro à 20 de novembro acontece na Cidade Maravilhosa a 3º edição do Festival Ori, que propõe aproximar e integrar a audiência de todas as idades e classes sociais à pluralidade cultural afro-brasileira, ocupando e integrando os territórios do Rio de Janeiro nos ambientes virtual e presencial. Uma realização do Instituto Cultne com apoio do SESC, Fundição Progresso e Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

Enquanto correntes insistem em esvaziar a imensa importância do legado de Zumbi dos Palmares, o Festival Ori propõe um mergulho na cultura afro-brasileira, a fim de celebrar a luta e a resistência necessárias até os dias de hoje, para a sobrevivência da população negra, principalmente nas periferias e favelas do Brasil. A Festa Ori – de cabeça na consciência está inserida na programação do Festival que acontecerá durante todo o mês de novembro. Um grande encontro da comunidade negra para celebrar nossa resistência e potência por meio de shows, exposições artísticas presenciais e virtuais, rodas de conversas, atividades infantis e feira de afro empreendedores (artesanato, moda e gastronomia).

“Estamos promovendo através da nossa arte o direito à cidade, fazendo a cultura negra circular diferentes bairros do Rio de Janeiro, rompendo barreiras culturais e estruturais construídas por uma organização de estado que dificulta a transição entre regiões da cidade e nega o acesso da população negra de se empoderar da sua verdadeira história e potência” afirmou o produtor a frente do projeto Filó Filho.

PROGRAMAÇÃO

·         05 de novembro (sábado)

Local: MUHCAB – Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa

15h às 21hs – Pequena África – Lançamento do filme “Tributo à Mãe Beata” –

Atividades: Roda de conversa e sessão de cinema

·         09 de novembro (quarta-feira)

Local: SESC MADUREIRA – Rua Ewbank da Câmara, 90 – Madureira

09h – Samba e Raízes – Bate-papo com mediação da atriz, cantora e apresentadora Isabel Filardis e dois convidados sobre o “movimento” de adesão em massa das escolas de samba do tema da cultura negra em seus sambas enredos. Uma contextualização sobre os enredos escolhidos principalmente da campeã Beija-Flor. E também, o que podemos esperar daqui para frente.

Entrevistados:

● Helena Theodoro – Bacharel em Direito/Pedagoga/Mestre em Educação/Doutora em Filosofia/Pós-doutora em História Comparada. @helenatheodoro_

● Altay Veloso – cantor, compositor e guitarrista brasileiro @altayveloso

12h – Show musical de Altay Veloso – Voz e Violão

Com participação de Isabel Fillardis

 15h – Mulher Negra assumindo seu espaço

– Bate-papo com mediação da atriz, cantora e apresentadora Isabel Filardis e duas convidadas sobre a conquista do protagonismo de mulheres negras nas produções artísticas, nas grandes empresas e na sociedade. E como elas projetam o futuro.

Entrevistadas:

● Maria Ceiça – atriz, cantora e apresentadora brasileira. @mariaceicadepaula

● Preta Gil – Cantora, atriz, apresentadora e empresária brasileira, fundadora e sócia-diretora da Music2Mynd. @pretagil

17h – Comédia Filosófica

Bate-papo filosófico com mediação da atriz, cantora e apresentadora Isabel Filardis e dois convidados instigando a reflexão sobre como enxergamos e tratamos a questão racial.

Entrevistados:

● Aza Njeri – Criadora digital/Dra Literaturas Africanas/Pós-doutora em Filosofias Africanas/Professora PUC-Rio/Roteirista/Crítica teatral e literária/Cientista do verbo – @azanjeri_ 

● Serjão Loroza – Ator, cantor, comediante e compositor brasileiro. @lorozaoficial

19h – Movimento Negro, uma luta através do tempo

Bate-papo com mediação da atriz, cantora e apresentadora Isabel Filardis e dois convidados sobre como surgiu e se desenvolveu o Movimento Negro no Brasil através do tempo. Contextualizando a criação do 20 de novembro, da Fundação Zumbi, Subida da Serra da Barriga, Marcha de 88 e outros fatos marcantes dessa história de luta.

Entrevistados:

● Filó Filho – Criador digital, CEO CultneTV, Pós-graduado em MKT, Jornalista, Engenheiro – @dom_filo

● Carlos Alberto Medeiros – Jornalista e Doutor em História Comparada. @carlosalbertomedeiros

·         10 de Novembro (quinta-feira)

Local: SESC MADUREIRA – Rua Ewbank da Câmara, 90 – Madureira

18h30 (CineSesc – Festival Ori) – Sessão de cinema.

Seleção de curta-metragens e matérias jornalísticas produzidos pela Cultne.TV

·         11 de novembro (sexta-feira)

Local: SESC MADUREIRA – Rua Ewbank da Câmara, 90 – Madureira,

18h30 (CineSesc – Festival Ori) – Sessão de cinema.

Seleção de curta-metragens e matérias jornalísticas produzidos pela Cultne.TV

·         11 de novembro (sexta-feira)

Local: BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL – Av. Pres. Vargas, 1261 – Centro

15h (Celebração do Dia do Hip Hop – Biblioteca Parque Estadual)

Exposição e participação do Movimento Cultural HIP-HOP Fluminense

·         12 de novembro (sábado)

Local: SESC MADUREIRA – Rua Ewbank da Câmara, 90 – Madureira

 14h (CineSesc – Festival Ori) – Sessão infantil de cinema.

Seleção de desenhos animados “ A hora do Blec” produzido por David Junior e  Yasmin Garcez  e “Nana * & Nilo” produzido por Sandro Lopes e Renato Nogueira.

16h (CineSesc – Festival Ori) – Sessão de cinema.

·         14 de novembro (segunda-feira)  INTERNET

Lançamento pela Cultne TV do documentário paradidático “Quando a universidade é a nossa casa” – Produção e realização – UFSM – Universidade Fluminense de Santa Maria

·         16 de novembro (quarta-feira)

Local: KAZA 123 – Rua Visconde. de Abaeté, 123

19h Lançamento do livro Fala Negão de João Jorge Rodrigues, presidente do Olodum.

·         17 de novembro (quinta-feira)

Local: THEATRO MUNICIPAL – Praça Floriano, S/N – Centro

18h (Salão Assirius – Theatro Municipal) – Cine Clubes Zezé Motta e Cultne

Lançamento da Plataforma Cultne 2.0 e sessão de cinema

·         19 de novembro (sábado)

Local: FUNDIÇÃO PROGRESSO – R. dos Arcos, 24 – a 50 – Centro

22h (Awurê convida Olodum) – Show

Feira de empreendedores e gastronomia afro-brasileira oferecendo uma experiência ancestral e cultural de excelência

·         20 de novembro (domingo)

Local: FUNDIÇÃO PROGRESSO – Rua dos Arcos, 24 – a 50 – Centro

14h às 22hs (Festa Ori – Entrada gratuita)

Atividades culturais e de lazer, contemplando todas as faixas etárias. O objetivo é oferecer shows, exposições artísticas, lançamentos de livros, rodas de conversas, atividades infantis e feira de afro-empreendedores (artesanato, moda e culinária). Uma programação que acontecerá de 14h às 22h, que reunirá a pluralidade da cultura afro-brasileira.

·         20 de novembro (domingo)- INTERNET

10h (Exposição no Google Arts & Culture)

Exposição “Mulheres Negras Ontem, Hoje e Sempre” disponível na plataforma Google Arts & Culture com imagens e vídeos do acervo Cultne

15h (Programa Ori – De Cabeça na Consciência)

Apresentação do Programa Ori, gravado no dia 9 de Novembro no Sesc Madureira, reunindo rodas de conversas e show.

Share post:

Subscribe

spot_imgspot_img

Popular

More like this
Related

Reunião da Aliança Global de Líderes em Paris

durante o Fórum "Dialogue of Continents", em Paris, foi realizada a...

Netflix lança primeiro trailer de documentário Meghan Markle e Príncipe Harry

É Meghan Markle e o Príncipe Harry como você nunca viu antes. Na quinta-feira...

Naiara Azevedo e Mc Ryan SP se unem na inédita ” Emocional Abalado”  

Faixa fica disponível nesta sexta-feira (02) à meia noite...

27ª Edição do Trem do Samba, acontece no próximo sábado

­­No Dia Nacional do Samba acontece pré-aquecimento no CCBB...