Documentário, inédito no SescTV, mostra a arte como antídoto para sofrimento por causa de enchentes

SescTV exibe pela primeira vez, no dia 30/9, sábado, às 22h, o documentário Estopô Balaio (2016), dirigido por Cristiano Burlan. O filme apresenta o trabalho do coletivo de mesmo nome, que utiliza a arte para amenizar o sofrimento de moradores do Jardim Roman – um bairro periférico da capital paulista, que sofrem, há aproximadamente 10 anos, com constantes enchentes em épocas de fortes chuvas (assista também em sesctv.org.br/avivo). 
 
A produção traz entrevistas e registros audiovisuais, feitos pelos próprios habitantes, que, em sua maioria, são migrantes nordestinos. Eles expõem suas histórias e dificuldades para sobreviverem às inundações. Além disso, a produção mostra atividades do Coletivo Estopô Balaio, que leva as experiências dos moradores com as enchentes do bairro para o teatro, em espetáculos como A Cidade dos Rios InvisíveisDaqui a Pouco o Peixe Pula; e O que Sobrou do Rio.
 
O Jardim Romano está localizado às margens do Rio Tietê, no extremo da Região Leste da cidade. Em dias chuvosos, suas ruas, vielas e casas ficam inundadas pelo transbordamento do rio. Em uma das enchentes, moradora chama a atenção para a situação de algumas pessoas, que passam fome e não têm água potável para beber. Uma outra, filma sua casa alagada pela terceira vez.
 
A maior enchente do bairro foi em 2010, deixando-o três meses debaixo de água. Nesse ano foi criado o Coletivo Estopô Balaio, que desde então anda pelo bairro colhendo depoimentos de moradores e registrando, em vídeos, os alagamentos. João Jr., diretor e fundador do grupo, diz que Estopô Balaio é uma expressão nordestina, usada quando se tem alguma coisa presa na garganta e é preciso expressá-la em palavras. “A gente termina não só fazendo teatro, mas a brincadeira de ser um balaio de criação, de memória e de narrativa”, comenta. “Porque é através desses três eixos que a gente segue interferindo no bairro e deixando que o bairro interfira na gente”, completa.
 
João também é nordestino, e como a maioria dos habitantes do Jardim Romano, também se mudou para o sudeste em busca de uma vida melhor. “Quando cheguei a São Paulo, eu senti saudade da minha família, do Rio Grande do Norte, dos meus amigos”, fala. Para ele, ouvir o sotaque que lhe é familiar já ajuda atenuar um pouco o sentimento de nostalgia que sente longe de sua terra. Para uma das atrizes do coletivo, reconhecer-se no bairro é o que faz com que seus moradores permaneçam ali. “É o lugar mais nordestino que eu conheço em São Paulo, onde a gente encontra pessoas muito próximas”. 

 

Serviço:
 
Documentário
Estopô Balaio
Estreia: 30/9, sábado, às 22h
Reapresentação: 4/10, quarta, às 24h.
Classificação indicativa: 14 anos
Direção: Cristiano Burlan
Produção: Bela Filmes
Duração: 78 min.
 
Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV 
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/ao vivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv 
E no facebook: https: facebook.com/sesctv
 

 Créditos: SESCTV/ Divulgação

(Visited 18 times, 1 visits today)
Anuncie Aqui! Dê Mais Visibilidade ao Seu Negócio CLIQUE AQUI E ENTRE EM CONTATO