Casais organizam próprio casamento para driblar crise

foto-3A crise econômica brasileira parece não assustar os casais apaixonados que têm o sonho de subir ao altar. O setor de casamentos cresceu 25% entre 2013 e 2016, movimentando cerca de R$ 16 bilhões em todo o país, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC). Mas, mesmo com um mercado em expansão, alguns casais estão usando a criatividade e colocando a mão na massa para tornar o sonho em realidade e economizar. É o que fez os noivos Amanda Carolino, 37 anos, e Wellington Rocha, 35, que celebrarão a união no próximo dia 13 novembro.

Juntos há dois anos, a advogada e o engenheiro pesquisaram muito até chegar à conclusão de que para ter o casamento dos sonhos teriam que abrir mão de algumas facilidades e organizar a própria festa. Resultado: vão celebrar em um hotel de frente para o mar na paradisíaca cidade de Búzios, na região dos Lagos, em um fim de semana inteiro de comemoração (que inclui um lual) e ainda vão economizar cerca de 30%| em comparação a uma recepção tradicional de cinco horas em uma casa de festas:

– Estamos muito felizes. Tudo será exatamente como planejamos e com a nossa identidade: com cor e um toque afro. Inicialmente, pesquisamos tudo sobre casamentos para ter inspiração do que é tendência e elegante para auxiliar na definição da casa de festas, decoração e fornecedores.  Após as visitas, identificamos que o custo seria muito elevado e pouco tempo de comemoração. Percebemos que tínhamos nas mãos todas as informações para realizar a festa e optamos por organizá-la – ressaltou a noiva Amanda.

Mas antes de chegar a internacional Búzios, o casal passou algum tempo no Saara, no Centro; na feira de Vigário Geral e em Madureira, ambos na Zona Norte, que são paraísos dos organizadores de eventos:

foto-1– Nas pesquisas, descobrimos os locais que os organizadores compram. Fomos a Vigário e ao Saara. Como a gente já sabia o que queria, ficou mais fácil. O resultado foi praticamente o mesmo produto, porém bem mais barato. Compramos um castiçal lindo por R$20 a menos que se fosse alugado. E, no final, ainda podemos vender na internet tudo o que não queremos. Já tem fila de interessados – destacou o noivo, ao admitir que a esposa está surpreendendo na organização do evento mais importante da vida da família, que é composta pela filha de oito meses do casal e de uma adolescente, fruto do primeiro relacionamento de Amanda.

A tecnologia foi uma aliada do casal. Após conhecer outra noiva por intermédio da cerimonialista, elas trocaram mensagens numa rede social para facilitar a comunicação. Hoje, já são 11 integrantes que também se casarão em Búzios.

– O grupo foi fundamental. Sempre trocamos ideias, informações de preços, dicas e promoções. Uma delas me indicou o DJ, que me cobrou R$300 a mais. Como já sabia o preço, pedi desconto e ele cedeu – ressaltou a advogada, que já foi ao casamento de uma das participantes do grupo.

De acordo com a cerimonialista Tathi Ferreira, a prática tem se tornado comum, mas é importante ter, pelo menos, um profissional da área assessorando o casal:

 

cris-e-louis– É prazeroso e gratificante para os noivos produzir algo para o seu casamento. O papel do cerimonial, neste caso, também é orientar desde a viabilidade das escolhas até a assessoria no grande dia.

amanda-2A organização da cerimônia foi dividida, inclusive, entre padrinhos e familiares. Uma amiga, por exemplo, se especializou em decoração. Já uma prima, fez cursos de maquiagem para a make da noiva e já tem até clientela no Espírito Santo.

Diante de tamanha economia, é importante ficar atento ao controle aos gastos. Para o especialista em contabilidade e finanças da EFA Assessoria Contábil, Thiago Freitas, a organização das despesas é fundamental para não gastar além do previsto:

– É imprescindível que todos os gastos sejam orçados e contabilizados. Até mesmo uma compra de R$ 10. Esse controle financeiro é importante para que o casal evite gastos desnecessários, e acabe, até mesmo, se endividando. Apenas efetuar uma boa compra com desconto, mas sem controle financeiro não é suficiente  – orientou o especialista.

Quem já teve sucesso na organização do próprio casamento, não se arrepende. Casados há  sete anos, Cristiane Aragão e Louis Bastardis, idealizaram e executaram todos os preparativos do enlace realizado em Petrópolis, na região Serrana:

– Comecei pesquisando em blogs de casamento a ordem do que precisava fazer. Fiz a decoração da mesa, docinhos e bombons. O ornamento da igreja foi dividido entre as noivas do mesmo dia. Foi trabalhoso, mas ficamos muito felizes. Com a economia que fizemos, compramos nosso primeiro apartamento – ressaltou Cristiane.

RÉDITOS:
1 – Fotos Amanda e Tom – divulgação
2 – especialista em contabilidade e finanças – Fotógrafo André Gomes de Melo
3 – Cris e Louis (vestida de noiva) – divulgação
(Visited 29 times, 1 visits today)

Comentários no Facebook

Anuncie Aqui! Dê Mais Visibilidade ao Seu Negócio CLIQUE AQUI E ENTRE EM CONTATO